sexta-feira, 27 de agosto de 2010

De tudo, nada

Não há motivo pelo qual viver
Não amigo pelo qual acreditar
Se esforçar
Não há rosas, nem sol
Nem chuva, nem dor
Nem nada
Que me faça voltar
A sonhar
A respirar sem pesos em meu ser de papel e tinta
Ou teclas e energia
Não há

Não há mais amor pelo qual suspirar
Não há razões pelas quais minhas pálpebras deveriam se levantar
De manhã
Não há bonitas manhãs
Não há noites
Nem vinhos, nem doces lábios cheios de falsos amores
Pelos quais se inspirar, se cegar

Falta de tudo
Falta o sabor seco e gratificante da vida
E aquela rebelde vontade

De tudo, falta-me até o nada.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Não passei, e você?

    Parabéns aos aprovados desteúltimo vestibular. Boas festas pra vocês.  Pros que ficaram deste lado do mundo... É isso aí, quem não passou na Unb agora terá de esperar até o fim do ano. Com nervos à flor da pele ou não, é uma longa e árdua espera, cheia de livros, contas, reflexões e horas de bundinha sentada na cadeira, estudando.
   Bem, só não vou dizer que tudo é lindo, que o normal é não passar, que você tem que agradecer porque ainda está viva e que o vestibular não quer dizer nada. As coisas estão uma merda mesmo, o normal devia ser passar (já que o normal é estar na universidade, e não fora dela). E não que sua vida não deva ser motivo de agradecimento, é só que isso não justifica a tristeza dessa derrota, e, hum, o vestibular quer dizer muita coisa, sim - ao menos para a sociedade e a pressão imposta num geral.
   Mas foda-se. 
   Sendo seu primeiro ou seu quarto vestibular, foda-se. Se você desanimar por não ter passado, mas assim, desanimar sério, você tem que achar algo em que acreditar. O que você quer para o seu futuro?
    Quais são seus sonhos, seu planos, o que é que você mais quer? O que te desperta a paixão? Escrever? Projetar? Criar? Estudar? Cuidar? Seja o que for, não vale a pena lutar por isso?
    Não vale a pena se fuder nessa primeira semana na escola, deixando a cabeça vazia pra você descobrir outras coisas sobre si mesmo e o que pretende fazer da sua vida, pra depois voltar pra rotininha ruinzinha de sempre, a mesma rotina que vai te dar ajuda pra passar? Some sua fé, seu potencial e sua dedicação, e some também mais um fator. Não é sorte, é questão de que as coisas são como têm de ser. Se for seu sonho real, se for o que vai te fazer feliz, se for a hora, você vai passar.
    Se não, paciência. Viva um dia de cada vez, e a sua hora vai chegar, como a de todo mundo que esperou, chegou.
   E foda-se, UnB. Eu não passei mesmo não, e você?

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

I Love Castles

Sem brincadeira, eu seria a pessoa mais feliz do mundo se morasse em um desses!
 
Blog Template by Delicious Design Studio